Portogallo

Taxa de natalidade na China atinge novo mínimo, mesmo com os esforços do Governo

PÚBLICO - 23 min 27 sec fa
Número de nascimentos no país mais populoso do mundo atingiu um novo recorde mínimo, um sinal preocupante para um nação que vai começar a enfrentar uma escassez de trabalhadores jovens nas próximas décadas.
Categorie: Portogallo

Iniciativa Liberal quer reduzir IVA da alimentação infantil e retirar limitação etária nas deduções do IRS

O Jornal Económico - 34 min 29 sec fa
joão_cotrim_figueiredo_iniciativa_liberal_legislativas

A Iniciativa Liberal (IL) apresentou hoje duas propostas para reduzir o IVA da alimentação para crianças pequenas para 6% e para eliminar a limitação etária na dedução do IRS para famílias que tenham mais do que um filho.

De acordo com um comunicado sobre as propostas apresentadas pelo partido no âmbito da apreciação na especialidade da proposta de Orçamento do Estado para 2020, a Iniciativa Liberal propõe “reduzir o IVA da alimentação infantil”, passando a incluir estes produtos na tabela de bens e serviços essenciais e cuja taxa é de 6%.

O partido liderado por João Cotrim Figueiredo, também deputado único desta força política na Assembleia da República, defende que a proposta contribui para “uma maior inclusão de todos os produtos alimentares destinados a crianças” e também elimina a “injustiça de produtos com base em fruta e sem adições terem uma taxa mais elevada do que a própria fruta”.

A IL também pretende fazer alterações à proposta do Governo, liderado pelo socialista António Costa, de aumentar o valor das deduções no IRS a partir do segundo filho.

“O partido propõe que a dedução se aplique independentemente da idade do primeiro filho, retirando a limitação etária proposta [pelo Governo] de ‘até três anos de idade”.

João Cotrim Figueiredo afirma que a proposta do partido “torna o incentivo efetivo” e anula a forma “artificiosa como o Governo pretende limitar o benefício” fiscal.

O executivo identificou “um problema real”, mas adotou “medidas pouco ambiciosas e pouco eficazes, aparentemente só para enganar os mais distraídos”, prosseguiu a IL.

A nota refere também que a Iniciativa Liberal vai apresentar outras propostas “com o objetivo de desagravar e simplificar outros impostos” e de resolver “problemas reais como a emigração jovem”.

Categorie: Portogallo

Purcell compensa ausência de De Minaur

PÚBLICO - 39 min 51 sec fa
O jovem australiano passou as três rondas do qualifying do primeiro torneio do Grand Slam do ano.
Categorie: Portogallo

Lisboa vai ter um restaurante com maiores de 65 anos para “valorizar aquilo que os seniores têm para dar”

PÚBLICO - 42 min 27 sec fa
O restaurante criado pela Pão a Pão estará de portas abertas no museu Árpád Szenes-Vieira da Silva. E já se procuram “cozinheiros de mão-cheia”.
Categorie: Portogallo

Jean Delumeau (1923-2020): um historiador do Cristianismo que marcou gerações

PÚBLICO - 44 min 47 sec fa
Autor da monumental trilogia Uma História do Paraíso, o influente investigador e professor francês morreu no dia 13, aos 96 anos.
Categorie: Portogallo

Tempestade “Glória” chega a Portugal no domingo com rajadas de vento de 110 quilómetros por hora

O Jornal Económico - 50 min 19 sec fa

Uma nova depressão, Glória, vai passar no domingo por Portugal continental, onde é esperado o aumento da intensidade do vento, com rajadas que podem atingir os 110 quilómetros por hora nas terras altas, avisou hoje o IPMA.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), no sábado, dia em que o território continental será atingido por um sistema frontal associado a uma outra depressão, à qual não foi dado nome, está previsto chuva ou aguaceiros, por vezes fortes na região Centro até ao início da manhã, e vento pontualmente forte, com rajadas até 70 quilómetros/hora entre os cabos Espichel e Mondego e até 100 quilómetros/hora nas terras altas.

Em comunicado, o IPMA, que faz as previsões meteorológicas, refere ainda, para sábado, a possibilidade de queda de neve acima dos 1.600 metros, assinalando que a depressão em causa “será absorvida na circulação da depressão Glória a noroeste da Península Ibérica”.

O tempo seco, associado a uma “descida generalizada” das temperaturas, voltará no domingo e estende-se durante o início da próxima semana, com vento por vezes forte na faixa costeira ocidental e rajadas até 110 quilómetros/hora nas terras altas.

Em dezembro, Portugal continental foi atingido pelas depressões Elsa e Fabien. A passagem da depressão Elsa causou três mortos e deixou mais de 100 pessoas desalojadas, além de danos em habitações, linhas de comboio, estradas e rede elétrica.

Categorie: Portogallo

Depressão <i>Glória</i> atinge Portugal continental com vento forte

PÚBLICO - 51 min 23 sec fa
Para este sábado está prevista chuva ou aguaceiros na região Centro até ao início da manhã, vento pontualmente forte e possibilidade de queda de neve acima dos 1600 metros.
Categorie: Portogallo

Presidente da República de Moçambique anuncia novo Governo com 18 ministros

O Jornal Económico - 1 ora 11 min fa

O Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, anunciou hoje um total de 18 membros para o novo Governo, numa lista em que 10 são caras novas em relação ao executivo anterior e oito são reconduções.

De acordo com um comunicado da Presidência moçambicana, Carlos Agostinho do Rosário mantém-se no lugar de primeiro-ministro, enquanto Adriano Maleiane, Max Tonela e João Machatine foram reconduzidos para os cargos de ministros da Economia e Finanças, dos Recursos Minerais e Energia e das Obras Públicas e Recursos Hídricos, respetivamente.

Celso Correia, Carmelita Namashulua e Helena Kida também permanecem no Governo, mas assumem pastas diferentes.

Correia deixa o extinto Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural para assumir o novo Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural.

Carmelita Namashulua sai do Ministério da Administração Estatal e Função Pública para o ministério da Educação e Desenvolvimento Humano, enquanto Helena Kida deixa a função de vice-ministra do Interior para assumir a pasta da Justiça.

Ainda entre os nomes reconduzidos, Carlos Mesquita deixa a tutela dos Transportes e Comunicações e assume o cargo de ministro da Indústria e Comércio.

Nas novas caras, Verónica Macamo, que sai da presidência da Assembleia da República, assume o cargo de ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, em substituição de José Pacheco – que não surge na lista hoje divulgada.

Margarida Talapa deixa a liderança da bancada parlamentar do partido no poder, Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), para ocupar o cargo de ministra de Trabalho, Emprego e Segurança Social, e Augusta Maita transita da direção do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades para o cargo de ministra do Mar, Águas Interiores e Pesca.

Outros nomes novos entre os ministros e ministras hoje anunciados são Jaime Neto (Defesa), Amade Miquidade (Interior), Armindo Tiago (Saúde), Gabriel Salimo (Ciência e Ensino Superior), Ivete Maibase (Terra e Ambiente), Janfar Abdulai (Transportes e Comunicações) e Eldevina Materula (Cultura e Turismo).

O comunicado não indica as nomeações para outras posições do Governo nem se a lista de ministérios está fechada.

A tomada de posse do novo Governo está marcada para sábado, às 15:00 locais (13:00 em Lisboa), no Palácio da Ponta Vermelha, em Maputo.

Filipe Nyusi venceu as eleições presidenciais de 15 de outubro e o seu partido, Frelimo, ganhou as legislativas e provinciais, com maioria qualificada.

Em Moçambique, o chefe de Estado é também chefe do Governo, por imperativos constitucionais derivados do regime presidencialista em vigor.

 

Lista de nomeações (fonte: Presidência da República):

Carlos Agostinho do Rosário – primeiro-ministro,

Adriano Afonso Maleiane – ministro da Economia e Finanças,

Carmelita Rita Namashulua – ministra da Educação e Desenvolvimento Humano,

Helena Mateus Kida – ministra da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos,

Ernesto Max Elias Tonela – ministro dos Recursos Minerais e Energia,

Carlos Alberto Fortes Mesquita – ministro da Indústria e Comércio,

Celso Ismael Correia – ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural,

João Osvaldo Machatine – ministro das Obras Públicas e Recursos Hídricos,

Verónica Nataniel Macamo Dlhovo – ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação,

Margarida Adamugy Talapa – ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social,

Jaime Bessa Neto – ministro da Defesa Nacional,

Amade Miquidade – ministro do Interior,

Armindo Daniel Tiago – ministro da Saúde,

Augusta de Fátima Charifo Maita – ministro do Mar, Águas Interiores e Pescas,

Gabriel Ismael Salimo – ministro da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional,

Ivete Maibase – ministro da Terra e Ambiente,

Janfar Abdulai – ministro dos Transportes e Comunicações,

Eldevina Materula – ministra da Cultura e Turismo.

Categorie: Portogallo

Supremo Tribunal da Guiné-Bissau manda recontar votos das presidenciais

PÚBLICO - 1 ora 17 min fa
No mesmo dia em que a comissão de eleições deu a vitória de Umaro Sissoco Embaló como definitiva, a mais alta instância judicial deu razão à reclamação de Domingos Simões Pereira, o candidato derrotado.
Categorie: Portogallo

O que mantém Rui Pinto na prisão: sete crimes graves e a capacidade de ocultar a identidade

PÚBLICO - 1 ora 17 min fa
Juiza pronunciou o fundador do Football Leaks por 90 crimes e não por 147 como estava acusado. Já o advogado Anibal Pinto vai a julgamento pelos exactos termos da acusação e pelo crime de tentativa de extorsão.
Categorie: Portogallo

Vem aí mais uma depressão. Chama-se Glória e atinge Portugal continental no domingo com vento forte

Expresso - PT - 1 ora 20 min fa
Está previsto chuva ou aguaceiros, por vezes fortes na região Centro até ao início da manhã, e vento pontualmente forte, com rajadas até 70 quilómetros/hora entre os cabos Espichel e Mondego e até 100 quilómetros por hora nas terras altas
Categorie: Portogallo

Ex-PR de Angola nega qualquer transferência de dinheiro do Estado para si ou entidades públicas

O Jornal Económico - 1 ora 27 min fa

O antigo Presidente angolano José Eduardo dos Santos afirmou que “nunca” transferiu dinheiro do Estado para si próprio ou outra entidade do Estado nem participou na venda de diamantes e petróleo, numa mensagem divulgada hoje por uma das filhas.

Numa carta aberta, datada de 13 de janeiro e dirigida ao presidente da Assembleia Nacional e ao juiz presidente do Tribunal Constitucional, e que foi divulgada hoje pela filha ‘Tchizé’ dos Santos na sua página na rede social Facebook, José Eduardo dos Santos nega qualquer “participação direta” na compra e venda de diamantes e na venda do petróleo bruto.

No documento, assinado por José Eduardo dos Santos, lê-se que o Presidente “não tinha participação direta nas vendas dos diamantes”.

“Os diamantes eram vendidos pela Sodiam [Sociedade de Comercialização de Diamantes de Angola, empresa estatal] e pela Endiama [Empresa Nacional de Prospeção, Exploração, Lapidação e Comercialização de Diamantes de Angola, empresa estatal]”, que tinha como “clientes preferenciais” investidores no setor da produção de diamantes e compradores de diamantes já produzidos, adianta o documento.

Estes tinham um contrato assinado com a Sodiam que definia “como eram formados os preços e o sistema de pagamento”, escreve o ex-chefe de Estado, substituído em 2017 por João Lourenço, que anunciou uma grande ação de combate à corrupção no país.

“O Presidente da República e o titular do poder executivo não vendia nem comprava diamantes, quem disse que ele fazia isso mentiu!”, refere a carta de José Eduardo dos Santos, divulgada pela filha, que foi afastada de deputada do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) e tem sido criticada pelo partido no poder.

Os balanços das vendas dos diamantes eram incluídos no Orçamento do Geral do Estado, cuja execução era fiscalizada de 3 em 3 meses pela Assembleia Nacional, recorda o antigo chefe de Estado angolano (1979-2017).

No segundo ponto, José Eduardo dos Santos afirma que o petróleo era vendido “através de um sistema” criado pela petrolífera Sonangol.

“E era primeiro o eng. Joaquim David [antigo diretor-geral da Sonangol] que controlava as vendas do petróleo, quando este saiu passou a ser o eng. Manuel Vicente [antigo presidente do conselho de administração da Sonangol e vice-presidente de José Eduardo dos Santos], e depois deste passou a ser o dr. Francisco José Maria de Lemos [ex-presidente da Sonangol]”, acrescenta.

“Depois de feitas as contas, as receitas eram entregues uma parte ao governador do BNA (Banco Nacional de Angola), outra parte ao Tesouro Nacional, sob controlo do senhor ministro das Finanças, para inclusão no OGE (Orçamento Geral do Estado) e aprovação da Assembleia Nacional”, diz ainda.

José Eduardo dos Santos termina a carta afirmando: “Como podem verificar destes dois relatos, o Presidente da República e titular do poder executivo nunca transferiu para si próprio, ou para qualquer entidade, dinheiro do Estado. Tudo o que foi dito é autêntica mentira”.

O comunicado do antigo Presidente surge poucas semanas depois de o Tribunal Provincial de Luanda ter decretado o arresto preventivo de contas bancárias pessoais da empresária angolana, sua filha, Isabel dos Santos, do marido, Sindika Dokolo, e do português Mário da Silva, além de nove empresas nas quais detêm participações sociais.

Um comunicado de segunda-feira da Procuradoria-Geral de Angola refere que o Serviço Nacional de Recuperação de Ativos intentou uma providência cautelar de arresto no Tribunal Provincial de Luanda contra Isabel dos Santos, Sindika Dokolo e Mário Filipe Moreira Leite da Silva.

De acordo com a PGR, Isabel dos Santos, filha do ex-Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos, e Mário Silva celebraram negócios com o Estado angolano através das empresas Sodiam, empresa pública de venda de diamantes, e com a Sonangol, petrolífera estatal.

No despacho-sentença, o tribunal dá como provado que José Eduardo dos Santos favoreceu negócios de Isabel dos Santos.

Em comunicado enviado à Lusa no dia 31 de dezembro, Isabel dos Santos afirmou que nunca foi notificada ou ouvida no âmbito no inquérito que levou ao arresto das suas contas em Angola, negando as acusações em que é visada num processo que afirma ser “politicamente motivado”.

Categorie: Portogallo

Benfica chega ao mundo dos esports e contrata “melhor jogador brasileiro da atualidade”

O Jornal Económico - 1 ora 35 min fa

A popularização dos esports a nível global tem atraído centenas de clubes profissionais a adicionarem a modalidade de videojogos às suas listas. A Federação Portuguesa de Futebol conta com 250 equipas de esports inscritas na sua plataforma, a mais recente a juntar-se é o SL Benfica.

Através de um comunicado, o clube anunciou a contratação do “melhor jogador brasileiro da atualidade”, Zézinho, que figura no top 10 mundial do jogo de futebol virtual FIFA.

Miguel Bento, diretor comercial e marketing do Benfica, afirma que “A inovação faz parte do nosso ADN, o Sport Lisboa e Benfica não podia estar indiferente ao crescimento desta indústria, e concretamente do esports. Este é um primeiro passo numa aposta de futuro que permitirá um maior envolvimento dos nossos jovens adeptos numa atividade que gera muita paixão e interesse”.

Zezinho junta-se a João Oliveira e a Diogo Mendes em Atlanta, Estados Unidos, no ‘Fut Champions Cup III’, competição que reúne os 64 melhores jogadores da atualidade e que terá 180 mil euros em prémios, bem como, dois mil pontos a contar para a qualificação para o torneio final que coroará o campeão mundial de 2020.

Equipas como o Paris-Saint-Germain, Shalke04 ou até o AS Roma, são algumas das equipas de futebol que apostaram nos esports com resultados muito positivos. O SL Benfica junta-se ao rival Sporting CP, e a vários outros clubes com presença habitual na primeira liga de futebol como o Paços de Ferreira, Vitória de Setúbal, Boavista FC, Tondela, CS Marítimo entre outras.

Categorie: Portogallo

Até quando podemos sonhar?

PÚBLICO - 1 ora 42 min fa
Não sei se sabes mas ainda podes perder, desconstruir, procurar o pulso a novas emoções, cortar algumas cordas do teu pára-quedas. Não sei se sabes que podes começar algo novo.
Categorie: Portogallo