Traduci pagina

English French German Italian Portuguese Russian Spanish

Capo Verde

​Cabo Verde regista mais 15 casos positivos de COVID-19 nas últimas 24 horas

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 8:18pm

De acordo com o boletim epidemiológico, os quinze novos casos foram registados na Praia (3), São Miguel (1), Ribeira Grande de Santo Antão (2), Porto Novo (2), São Vicente (3), Sal (1) e Boa Vista (3).

Com esses dados, o país passa a contabilizar 40 casos activos, 55.663 casos recuperados, 401 óbitos, 43 óbitos por outras causas e 9 transferidos, perfazendo um total de 56.156 casos positivos acumulados.

Como forma de mitigar as consequências da pandemia de covid-19 em Cabo Verde, o Ministério da Saúde apela às pessoas que adiram à campanha de vacinação a decorrer em todo o país, para que todos possam estar protegidos o mais rápido possível.

Reforça ainda que é recomendável o uso de máscaras faciais principalmente em qualquer espaço interior ou fechado, apesar de ser obrigatório apenas em estabelecimentos e infra-estruturas de saúde públicas e privadas, centros de dia e lares de idosos públicos ou privados, estabelecimentos prisionais e transportes colectivos de passageiros terrestres, aéreos e marítimos

Categorie: Capo Verde

PAICV considera situação da lixeira municipal da ilha do Maio um “autêntico atentado” contra o ambiente

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 8:15pm

Em declarações à Inforpress, Jovino Gomes começou por dizer que a situação “é inadmissível”, principalmente numa ilha que ostenta o título de reserva mundial da Biosfera da Unesco, e está a colocar em perigo todo o ecossistema da ilha.

O eleito municipal destacou, a este propósito, a parte marinha da ilha, uma vez que os resíduos sólidos são transportados pelo vento e quando chove a maioria acaba por ir parar ao mar.

Além disso, acrescentou que a forma como a câmara tem vindo a acantonar os resíduos sólidos acaba por também afectar os lençóis freáticos da ilha.

Por isso, Jovino Gomes defendeu a criação “urgente” de uma outra estratégica para o tratamento do lixo, cuja recolha e transporte, segundo o mesmo, nos últimos tempos, têm sido feitos através de viaturas de caixa aberta.

O líder da bancada da oposição fez saber ainda que são esses mesmos carros, pertencentes a particulares, que fazem transportes de mercadorias do e para o porto, pelo que considerou estamos também perante um risco para a saúde pública.

“Todo o lixo que é produzido na ilha é colocado numa achada, e qualquer vento que se faça, leva praticamente tudo para a estrada e costa abaixo. Basta ir ao Turil para se constatar isso”, frisou, lembrando que há muito tempo que a edilidade vem prometendo construir um aterro controlado de lixo.

Jovino Gomes argumentou ainda que existem vários espaços, onde se pode fazer o enterro ou a colocação de resíduos sólidos de forma mais segura.

Lembrou que no rolo dos investimentos que a edilidade tinha feito constava a aquisição de camiões de recolha de lixo e centenas de contentores, mas isso conforme disse, foi apenas conversa para “o boi ver”, por isso aproveitou a ocasião para perguntar quando vai se resolver este problema numa ilha que também almeja desenvolver o sector do turismo.

Questionado se ainda acredita na implementação do projecto ‘Little Africa Maio’ o político considerou que isso foi apenas um instrumento de campanha utilizado pelo MpD durante a campanha eleitoral para ganhar as eleições, tanto na ilha do Maio como em todo Cabo Verde, mas que agora já ninguém se lembra disso.

A construção e conclusão dos dois campos relvados na sua opinião vão também na mesma direcção, lembrou que essa promessa vem desde 2016, e mostrou-se pouco crente de que isso venha ser uma realidade no próximo mês de Setembro.

O desporto na ilha, segundo o líder da bancada municipal do PAICV, “não está de boa saúde”, porque a Câmara Municipal do Maio “não tem investido e nem reparado as infra-estruturas desportivas existentes".

Questionada sobre esta situação no término da sua visita ao seu círculo eleitoral, a deputada nacional do MpD, Antonita Vieira, por seu turno, disse que recebeu a garantia do edil maiense de que os trabalhos para os campos relvados  já recomeçaram pelo que pretendem entregar estas duas infra-estruturas aos moradores no próximo mês de Setembro.

Categorie: Capo Verde

UE alerta para deterioração das liberdades fundamentais em Hong Kong

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 6:20pm

"Estamos a assistir à contínua diminuição do espaço da sociedade civil e à erosão do que outrora foi um panorama mediático vibrante e pluralista" em Hong Kong, disse o chefe da diplomacia da UE, Josep Borrell, num comunicado citado pela agência espanhola EFE.

A China assumiu a administração de Hong Kong em 1997, atribuindo à antiga colónia britânica o estatuto de Região Administrativa Especial durante 50 anos, à luz do princípio "um país, dois sistemas", com um elevado grau de autonomia.

O governo chinês atribuiu o mesmo estatuto ao território vizinho de Macau, em 1999, após mais de 400 anos sob administração portuguesa.

O estudo da UE observa que, em 2021, o princípio "um país, dois sistemas", destinado a permitir a coexistência dos sistemas socialista e capitalista na China, foi "ainda mais minado" pela implementação da Lei de Segurança Nacional chinesa.

O ano começou com a detenção de 55 activistas pró-democracia, incluindo figuras políticas proeminentes, e terminou com a eleição de um Conselho Legislativo sem oposição em 19 de Dezembro.

Em 31 de Dezembro de 2021, mais de 160 pessoas, incluindo antigos ativistas pró-democracia, legisladores da oposição, jornalistas e académicos, foram detidos ao abrigo da Lei de Segurança Nacional e leis relacionadas, segundo a UE.

Os activistas processados pela sua participação em eleições primárias informais de 2020 foram acusados de "conspiração para cometer subversão", e apenas 14 tinham beneficiado de fianças até ao final de 2021, de acordo com a UE.

Para a UE, a liberdade de imprensa também regrediu em 2021, e a liberdade de reunião foi cerceada pela Lei de Segurança Nacional e pelas restrições relacionadas com a pandemia de covid-19.

A UE recorda também que em 30 de Março de 2021, o Congresso Nacional Popular da China emendou os anexos à Lei Básica para rever o sistema eleitoral de Hong Kong, o que "enfraqueceu ainda mais os já modestos elementos democráticos do sistema eleitoral".

Segundo o relatório anual, mais de 1.600 empresas da UE estavam presentes em Hong Kong em Junho de 2021, enquanto o comércio bilateral de mercadorias atingiu 30.500 milhões de euros, um aumento de 2,5% relativamente a 2020.

As exportações de mercadorias da UE para Hong Kong atingiram 23.500 milhões de euros e as importações somaram 7.000 milhões de euros, resultando num excedente de 16.500 milhões de euros para a União Europeia.

A UE foi o terceiro maior parceiro comercial de Hong Kong em 2021, depois da China continental e de Taiwan.

Categorie: Capo Verde

Governo angolano cria Observatório da Economia Informal

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 6:20pm

Segundo o decreto executivo do Ministério da Economia e Planeamento que estipula o funcionamento da entidade, o OEI será responsável por reforçar o diálogo social e o debate com os principais atores sociais e agentes económicos para a formalização da economia, elaborar pareceres, propor estudos sobre o setor, participar na apreciação de políticas do executivo referentes à formalização da economia, entre outras competências.

Será composto por 40 membros, representantes de setores públicos ou privados, dos quais 17 serão provenientes de órgãos, serviços e organismos públicos.

As restantes entidades são associações empresariais, instituições académicas, parceiros de desenvolvimento, organizações não governamentais, entes e organizações da economia informal e associações sindicais e ordens profissionais.

O OEI reúne-se de dois em dois meses e extraordinariamente por solicitação de um terço dos seus membros.

Segundo os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística de Angola, relativos ao último trimestre de 2021, mais de 80% das pessoas empregadas em Angola encontra-se no setor informal (8.788.236 pessoas), das quais 71,5% homens (3.863.781 pessoas) e 89,8% mulheres (4.924.456 pessoas).

Categorie: Capo Verde

Instituto do Património Cultural quer que todos tenham acesso à cultura

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 5:29pm

Segundo o presidente do IPC, Hamilton Jair Fernandes que presidiu a este acto, trata-se de projecto que se iniciou antes da COVID-19, em parceria com a FECAD e outras organizações governamentais. 

“Esse projecto tem a ver com a acessibilidade aos monumentos históricos em Cabo Verde. Fizemos uma experiência piloto com o Forte Real de São Filipe, na Cidade Velha, onde agora é possível às pessoas portadoras de deficiência, quer motora quer sensorial visitarem a Cidade Velha”, afirma.

Jair Fernandes explicou que o Museu Etnográfico da Praia, será um espaço piloto, para albergar este projecto que traz por si só alguns desafios, na própria museografia do espaço, ou seja, “teremos que ter desde a possibilidade de interpretação braille, até colocação de elevadores para as pessoas portadoras de deficiência motora”.

Conforme indicou, tiveram a preocupação de garantir que as pessoas com necessidades especiais (visuais, auditivas, físicas), tenham acesso à cultura. “A nossa preocupação visa não somente a parte física dessas estruturas, torná-las mais acessíveis, mas a própria interpretação, porque muitas vezes as pessoas que têm uma ou outra deficiência sentem-se um pouco excluídas relactivamente às narrativas históricas que temos aqui em Cabo Verde”.

“Daí a urgência e a necessidade deste projecto, a ideia é a medida que formos mobilizando recursos financeiros, tentar instalar em todas as estruturas museais a nível nacional”, assegura.

Para o presidente da Federação Cabo-verdiana das Associações de Pessoas com Deficiência (FECAD), António Melo este projecto é louvável, primeiro porque prossegue o desiderato constitucional que fala de fruir a cultura para todos.

“Com esse projecto creio que as pessoas com deficiência poderão visitar os museus e participar na vida cultural do país. É mais uma pedra que se põe no edifício da inclusão. porque a inclusão não é apenas a modificação mas tem a ver com o interior de cada pessoa, é sentir-se e fazer-se parte de determinado projecto e de determinada comunidade, estão a prosseguir um desiderato legal e esperamos que venham mais iniciativas desta natureza, para que possamos sentir parte da sociedade cabo-verdiana”, frisa.

Categorie: Capo Verde

Comissão Política Nacional do PAICV diz que Governo é ineficaz a combater a degradação das condições de vida

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 5:28pm

Em conferência de imprensa, hoje, na Praia, a Vice-presidente do PAICV, Rosa Rocha, sublinha que a Comissão Política Nacional analisou “profundamente” a situação económica e social do país e os impactos na vida dos Cabo-verdianos.

“Com efeito, as medidas adoptadas pelo Governo não são sentidas, pois não tiveram qualquer impacto na redução dos preços dos bens de primeira necessidade, como o arroz, o leite, o açúcar, o óleo a energia, o gás, os transportes públicos, os materiais de construção, ou seja, tudo está mais caro, e a taxa de inflação vem aumentando de forma sistemática e descontrolada, situando-se, neste momento, em torno dos 5%”, indicou.

Segundo a vice-presidente, o Governo continua “insensível e desatento” em relação aos outros países que adoptaram medidas para reduzir a carga fiscal e aumentar o rendimento para ajudar as famílias a enfrentar o aumento dos preços.

“Na verdade, o Governo teima em não aceitar que, além do impacto da crise internacional, motivada pela guerra na Europa, parte significativa do aumento dos preços dos bens em Cabo Verde, deve-se ao aumento da carga fiscal introduzida no orçamento do Estado para 2022, em que mais de 2000 produtos viram os direitos de importação agravados em 5%”, explicou.

Rosa Rocha disse ainda que o PAICV entende que o Governo deve amparar as pessoas, principalmente, as mais vulneráveis, mandando abrir frentes de trabalho “com urgência” e, em larga escala, de modo a permitir que haja emprego e rendimento para as famílias.

“O PAICV propõe medidas fiscais urgentes, nomeadamente, o aumento do mínimo de existência, de modo que os rendimentos até 50.000$00, passem a estar isentos do IRPS, o aumento da pensão social mínima e do subsídio de inclusão social, bem como, o alargamento do número de beneficiários, apoio às empresas no processo de retoma, com perdão dos juros dos empréstimos efetuados no âmbito das linhas de crédito para o combate à pandemia”, sugeriu.

No que se refere a segurança pública e a criminalidade, a Comissão Política Nacional considera que há um “total descontrole” particularmente na cidade da Praia, com famílias a serem assaltadas à luz do dia, e com perda de vidas de vários jovens, “sem que ao menos”, sejam capturados e responsabilizados os autores.

“A situação é do tal modo grave, que exige uma nova abordagem por parte das autoridades, com políticas sociais e medidas preventivas, como é a intensificação do policiamento de proximidade, pois há claramente um relaxamento desta medida, para garantir a tranquilidade nas ruas”, disse.

Em relação à Concessão, por ajuste directo, de todos os Aeroportos do País, a Comissão Política Nacional disse que o Governo do MPD “parece não ter tirado lição” da privatização dos TACV, também por ajuste directo, e “que só provocou prejuízos” para o erário publico, e promete estar atento aos interesses dos Cabo-verdianos.

“O PAICV entende que, é preciso arrepiar caminho, nesse processo desenfreado de vender os activos do País, sem acautelar os interesses nacionais, e alerta a todos os cabo-verdianos, a estarem atentos às atitudes deste Governo, que é muito lento a construir, mas que se tornou um hábil especialista na delapidação dos bens públicos”, informou.

Categorie: Capo Verde

​Sugestões para fim-de-semana

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 5:26pm

Sexta-feira

- Música ao vivo com Jandir Fortes, no espaço Ponto CV, na Praia, às 17h30.

- Música ao vivo com Zuleica Rosário, na Esplanada do Kebra Cabana, na Praia, a partir das 20h00.


Sábado

- Recital de música e poesia com Pedro Branco, na ALAIM, em São Vicente, às 21h00.

- Música ao vivo com Tote Xinoca, Edson Brito, Émerson Araújo e Tidey, no Quintal da Música, na Praia, às 21h00.

- Música ao vivo com Nun D’Lóló e Pucheta, no Horace Silver Lounge Bar, na ilha do Maio, às 21h00.

Categorie: Capo Verde

Dia Internacional da Biodiversidade assinalado sob o lema “Construindo um Futuro para toda a Vida”

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 5:26pm

"Preservação da biodiversidade com o desenvolvimento da actividade turística, não só para prevenirmos que a actividade turística venha constituir uma ameaça para a conservação da biodiversidade, mas para que nós possamos de facto tirar um maior proveito económico da biodiversidade”, resumiu. 

Referindo-se a uma abordagem que não tem que ser apenas conservacionista, “mas uma conservação que seja também contributo para maior conhecimento e mais actividade económica que permite por sua vez mais rendimento ao país, e com isto poder também contribuir melhor para a conservação da biodiversidade”, sublinhou Gilberto Silva que também avançou que o seu ministério vai intensificar a sensibilização da população contra a prática de queimadas nos campos agrícolas, referindo-se ao incêndio de grandes proporções que deflagrou na manhã de terça-feira, em Ponta Verde, na ilha do Fogo. 

"Muitas das vezes, no caso do Fogo em particular, temos responsáveis muito concretos, que causaram todos esses prejuízos”, sublinhou, acrescentando que é preciso actuar também a nível da própria legislação, “com medidas coercivas para que possamos ter a necessária mudança de atitudes e praticas a este nível". 

O lema escolhido pelo secretariado da Convenção sobre Diversidade Biológica, para assinalar o dia internacional da biodiversidade é “Construindo Um Futuro para toda a Vida” e pretende enaltecer a necessidade de equilíbrio entre todas as formas de vida. Entre um conjunto de desafios globais da actualidade, esta é uma condição para o alcance dos três objectivos da Convenção: a conservação da diversidade biológica, o uso sustentável de seus componentes e a repartição justa e equitativa dos benefícios decorrentes da utilização dos recursos genéticos.

Categorie: Capo Verde

​USV instala em nova sede mais de um mês após despejo

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 5:25pm

O secretário-permanente do Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública (SINTAP), Luís Fortes, considera que o espaço não é suficiente para o funcionamento pleno.

“Estamos aqui apertados porque estamos num apartamento T3 e somos quatro sindicatos. Temos de dividir algumas salas, temos uma secretaria que está num espaço que é uma cozinha. É claro que o espaço não é suficiente. Temos uma sala de reunião, mas se precisarmos fazer uma reunião com mais de 10 pessoas teremos de alugar uma sala. Mas a nossa vontade é trabalhar, temos responsabilidades com processos, então temos de encontrar soluções”, diz.

A instalação acontece no momento em que a União dos Sindicatos de São Vicente aguarda o desfecho de dois processos interpostos no Tribunal da Relação de Barlavento: um que contesta a decisão do tribunal de primeira instância em termos de restituição do prédio, e outro que contesta a ordem de despejo.

Luís Fortes explica que até este momento a USV não conseguiu reaver todos os seus equipamentos, assim como parte dos processos dos trabalhadores que continuam no edifício em Alto São Nicolau, tomado pela UNTC-CS.

“Este processo não tem sido fácil porque os nossos equipamentos ficaram na sede da USV em São Vicente. Nós não conseguimos tirar os nossos materiais, então estamos aqui a ter solidariedade de alguns colegas e instituições em termos de equipamentos para podermos funcionar com alguma normalidade”, aponta.

Recorda-se que no dia 8 de Abril as portas foram arrombadas na sede da União dos Sindicatos de São Vicente, para que os oficiais de justiça pudessem cumprir um mandado de despejo emitido pelo tribunal, na sequência de um processo intentado pela Secretária-Geral da UNTC-CS, Joaquina Almeida.

Para a União dos Sindicatos de São Vicente a secretária-geral da UNTC-CS, central sindical da qual faz parte, tomou o prédio por perseguição e vingança, apesar de os sindicatos de São Vicente terem ocupado o edifício há mais de 40 anos, antes da própria criação da União Nacional dos Trabalhadores de Cabo Verde.

Categorie: Capo Verde

Comerciantes expectantes com o regresso do Festival da Gamboa

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 5:24pm

Durante a manhã de hoje o Expresso das Ilhas pode confirmar o aumento da movimentação dos comerciantes que abasteciam as suas barracas de venda com os mais diversos produtos.

Eça Fernandes, um dos comerciantes que aderiram à venda no Festival de Gamboa 2022, confessa que a expectativa está muito elevada e conta com a adesão total do público.

“Estou bastante ansioso, apesar da subida dos preços, contamos com a adesão total do público. Apelamos pelo civismo, que seja uma noite de boas vendas, boa convivência e muita alegria”, disse.

Na mesma linha, a comerciante Dulce considera o festival deste ano um marco importante para a Cidade da Praia.

“Festival da Gamboa é a marca dos praienses. Somos um povo alegre de muita energia positiva, e este ano em meio a crise da subida dos preços, podemos dizer que o evento vai contribuir para melhorar as vendas, e ajudar a ultrapassar este momento”, considerou.

Sara e Edna, duas comerciantes que também aderiram à venda no festival, confessam que apesar da Cidade da Praia não estar num "momento bom" por conta da Covid-19 e do aumento da criminalidade, acreditam que hoje vai ser uma noite inesquecivel de muita alegria e vendas avantajadas.

No seu regresso à dita “normalidade” o festival da Gamboa deste ano homenageia os artistas “Zezé e Zeca di Nha Reinalda” com foco no Funaná.

A câmara disponibilizou para este ano, 40 barracas para venda de comidas e bebidas e uma equipa de fiscalização para controlar a entrada de bebidas de má qualidade.

O bilhete, por noite, custa 300 escudos e 500 nas duas noites. 

Categorie: Capo Verde

Académica do Mindelo – Mindelense é jogo-cartaz da segunda jornada do Campeonato Nacional de Futebol

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 1:00pm

A partida está marcada para sábado, 21, às 16:00, no Estádio Adérito Sena, no Mindelo, com os “estudantes”, que venceram o Botafogo na ronda inaugural, por 4-2, a terem pela frente um “machucado” Mindelense, após a derrota caseira ante ao Barreirense.

No outro jogo do grupo, a moralizada formação maiense, o Barreirense, recebe, domingo, no Estádio Dau d’Segunda, na cidade do Porto Inglês, o Botafogo, que viaja para a ilha do Maio à procura dos primeiros pontos na competição.

A Académica do Mindelo e Barreirense lideram este grupo com três pontos cada, enquanto as formações do Mindelense e Botafogo ainda não pontuaram.

Para o Grupo B, o destaque vai para o confronto entre a Académica do Porto Novo e a sua congénere da Boa Vista, marcado para sábado, às 16:00, no Estádio Municipal de Porto Novo.

Os “estudantes” da ilha da Montanha, que perderam na primeira jornada na ilha do Sal com a Palmeira, vão tentar redimir-se ante ao seu público, tendo pela frente uma formação que vem de empate sem golos ante ao Morabeza.

A formação da Palmeira, com três pontos, viaja até à cidade da Nova Sintra para defrontar a Morabeza, da Brava, partida agendada para domingo, 22, no Estádio Aquiles de Oliveira.

Palmeira lidera esta poule com três pontos, seguido da Académica da Boa Vista e Morabeza, com um ponto cada, e Académica do Porto Novo sem qualquer ponto.

Para o grupo A, Sporting da Praia, depois de derrotado pelo Rosariense, recebe no Estádio da Várzea a Ultramarina, esta que vencera o Varandinha (1-0) na primeira jornada da prova.

Ainda na Ilha de Santiago, no Estádio Municipal de Tarrafal, a Varandinha estreia ante ao seu público, defrontando a formação do Rosariense, partida marcada para domingo, às 16:00.

Neste grupo C, Ultramarina e Rosariense lideram com três pontos cada, porquanto a Varandinha e o Sporting da Praia procuram os primeiros pontos na prova.

De acordo com o regulamento da competição passam para as meias-finais os três primeiros classificados dos três grupos mais o melhor segundo lugar.

A final está marcada para 09 de Julho, e, conforme a FCF, as regiões desportivas terão que se candidatar para receber a final do campeonato de Cabo Verde desta época 2021/2022.

Jogos da Segunda jornada:

Grupo A

Estádio da Várzea: Sporting da Praia – Ultramarina (Sábado, 21, 16 :00)

Municipal do Tarrafal: Varandinha – Rosariense (Domingo, 22, 16:00)

Grupo B

Municipal de Porto Novo (Santo Antão Sul) – Académica PN – Académica BV (Sábado,21, às 16:00)

Estádio Aquiles de Oliveira (Brava) – Morabeza – Palmeira (domingo, 22, às 16:00)

Grupo C

Estádio Adérito Sena: Académica SV – Mindelense (Sábado, 21, às 16.00)

Dau d’ Segunda (Maio): Barreirense – Botafogo (Domingo, 22, às 16:00)

Categorie: Capo Verde

EUA lançam plano para financiar projectos de captura de dióxido de carbono

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 12:15pm

O dinheiro está destinado a financiar quatro grandes programas, que cobrem diversos projectos, com a especificidade de capturar o CO2 no ar ambiente e não apenas à saída das chaminés de fábricas e de centrais eléctricas, e depois armazená-lo, avançou o Departamento da Energia, em comunicado.

O financiamento está incluído no grande plano de infraestruturas promulgado pelo presidente Joe Biden, no final de 2021, no montante total de 1,2 biliões (milhão de milhões) de dólares.

O Departamento divulgou hoje uma nota de intenção, preparando o terreno para um apelo à apresentação de candidaturas.

No seu último relatório de referência, a ONU afirmou que o mundo deve recorrer à captura e armazenagem do CO2 do ar e dos oceanos, qualquer que seja o ritmo que se consiga de reduzir as emissões de gases com efeito de estufa.

Vistos como marginais e como um estratagema da indústria para evitar reduzir as suas emissões, as medidas de eliminação do CO2 são agora um instrumento necessário, segundo o Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas.

Tecnologia mais recente neste domínio, a captura directa do CO2 no ar e o seu armazenamento, atiça os interesses, mesmo que o potencial para os projectos de envergadura esteja por provar.

Os quatro projectos que o Departamento da Energia prevê financiar podem capturar, e armazenar, pelo menos um milhão de toneladas de CO2 por ano.

O governo já tinha anunciado no início de maio ter lançado uma nota de intenção para o financiamento até 2,25 mil milhões de projectos para armazenar CO2, um montante igualmente previsto no plano mencionado.

Os conglomerados norte-americanos de petróleo ExxonMobil e Chevron, instados a fazer mais por lutar contra as alterações climáticas, apostam designadamente nas tecnologias de captura e de armazenagem de CO2 para reduzir o seu impacto no ambiente.

Categorie: Capo Verde

África pede suspensão dos pagamentos da dívida por mais dois anos

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 12:14pm

"Os 26 ministros africanos das Finanças reconheceram que a ajuda bilateral e multilateral esteve disponível durante a pandemia, mas era grosseiramente desadequada aos países de baixo rendimento e muito direccionada para ajudar os países vulneráveis de rendimento médio", lê-se no comunicado distribuído no final do encontro dos ministros das Finanças africanos, que estiveram reunidos esta semana em Dakar, no Senegal.

Os ministros africanos pediram ao G20 que a Iniciativa de Suspensão do Serviço da Dívida (DSSI) seja prolongada durante mais dois anos, "para ajudar a criar o espaço orçamental necessário para despesa urgente", e defenderam também que o Enquadramento Comum deve ser modificado para tornar as reestruturações de dívida mais eficazes e mais abrangentes, de forma a incluir os credores comerciais".

No texto, os governantes dizem querer que 60 mil milhões dos 100 mil milhões de dólares de Direitos Especiais de Saque (SDR, na sigla em inglês) deviam ser alocados ao Fundo de Redução da Pobreza e de Crescimento (PRGT) e ao novo Fundo de Resiliência e Sustentabilidade (RST), e defenderam a necessidade de haver uma nova emissão de SDR, o novo capital emitido pelo FMI e distribuído pelos países-membros em função da sua quota.

Durante os debates dos últimos dias em Dakar ficou patente a "profunda preocupação" dos governantes com os fluxos ilícitos de capital, que os governantes estimam em 83 mil milhões de dólares por ano, a que se junta a 'taxa' cobrada pelos financiadores quando emprestam dinheiro aos países africanos.

"Estamos muito desapontados por continuar a existir um 'prémio sobre África', que vai dos 100 aos 260 pontos-base, para fundos angariados nos mercados de capitais estrangeiros", escreveram os ministros, salientando que "as taxas de juro cobradas aos países africanos são mais altas que aquelas cobradas aos nossos pares fora do continente com fundamentos macroeconómicos similares ou piores".

Os pedidos dos governantes africanos surgem num contexto de inflação a subir para níveis historicamente elevados e com os bancos centrais nas economias avançadas a aumentarem os juros para suster a inflação, "o que vai aumentar ainda mais os custos de financiamento", lamentaram.

De acordo com os dados apresentados pelo presidente do Banco Mundial numa entrevista à Bloomberg, no contexto dos Encontros Anuais do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI), que decorreram em Abril em Washington, os países emergentes enfrentam pagamentos de 35 mil milhões de dólares este ano, sendo que aproximadamente 65% deste valor é devido à China, tornando a segunda maior economia mundial num parceiro incontornável para a resolução deste problema que se agravou exponencialmente desde a pandemia de covid-19.

Categorie: Capo Verde

Tribunal de Mosteiros condena quatro indivíduos a penas de sete a 11 anos de prisão por crime de abuso e agressão sexual

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 12:05pm

O crime ocorreu em finais de 2020, mas os indivíduos, dois com mais de 60 anos e outros dois na casa dos 30 anos, foram detidos em meados de Maio de 2021, sendo que na altura a adolescente encontrava-se grávida de quatro meses.

O julgamento aconteceu há cerca de duas semanas, mas a sentença foi conhecida na tarde de quinta-feira, 19, tendo o tribunal aplicado penas de sete, oito, nove e 11 anos de prisão efectiva aos mesmos.

O homem com a pena de 11 anos foi acusado de crimes de abuso sexual e outro de agressão sexual, o condenado a nove anos foi acusado de agressão sexual, enquanto os outros dois foram acusados de crimes de abuso sexual, mas um deles, por ser parente próximo, foi sentenciado com oito anos de prisão.

O resultado do exame de ADN para determinar qual dos quatro envolvidos é o pai da criança, solicitado pelo tribunal, ainda não foi conhecido e por isso os indivíduos foram acusados pelos crimes, mas não na forma agravada como estavam inicialmente indiciados.

Os advogados de defesa já manifestaram a intenção de entrar com recursos para o Tribunal da Relação do Sotavento.

Hoje será concluído o julgamento de um outro individuo de 26 anos, de Mosteiros, acusado de ser o suposto autor de um crime de agressão sexual contra uma criança de 10 anos.

O caso ocorreu em meados de Janeiro deste ano, mas o suspeito de agressão sexual foi detido no passado mês de Fevereiro fora de flagrante delito, pelo Ministério Publico, e encontra-se em regime de prisão preventiva.

Aquando do primeiro interrogatório o tribunal de Mosteiros entendeu que há indícios de ter cometido um crime de agressão sexual com penetração na sua forma agravada contra uma menor com a qual o agressor tinha alguns laços de relacionamento e de proximidade.

Categorie: Capo Verde

Emmanuel Macron deve anunciar hoje novo Governo francês

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 12:01pm

De acordo com fontes do gabinete presidencial citadas pela emissora France Info, o anúncio vai decorrer hoje à tarde sendo que a primeira reunião do Conselho de Ministros ficou agendada para a próxima segunda-feira.

A formação do executivo vai ser conhecida quatro dias depois da nomeação de Borne que na quinta-feira afirmou que ia demorar o tempo (que fosse necessário) para conseguir "a melhor equipa" e os "melhor talentos".

A mesma posição foi demonstrada pelo chefe de Estado que após uma reunião com a presidente da Moldova em Paris disse que iria "tomar o tempo que fosse necessário" para a formação do novo governo.

Mesmo assim, a três semanas da primeira volta das eleições legislativas, que vai determinar a composição da Assembleia Nacional, várias vozes se levantaram exigindo a formação do novo governo o mais rápido possível.

A vontade do chefe de Estado, desde a chegada ao poder em 2017, foi a de reunir políticos e especialistas de todos os campos ideológicos, mas a união de forças da esquerda francesa no quadro das próximas eleições gerais pode motivar a nomeação de figuras mais próximas do centro esquerda.

A nova primeira-ministra nunca militou no Partido Socialista mas foi directora do gabinete da ministra para a Transição Ecológica de François Hollande, Ségolène Royal.

Nos últimos quatro dias, Borne esteve várias vezes no Palácio do Eliseu iniciando consultas, nomeadamente com Bernard Cazeneuve que anunciou a saída do Partido Socialista após a união do PS com outras formações de esquerda para as legislativas de Junho.

Previsivelmente, até à próxima segunda-feira vão decorrer vários contactos de transição de poder entre os ministros que saem e os novos governantes, antes da primeira reunião oficial do Executivo, dia 23 de Maio. 

Categorie: Capo Verde

Comece o dia com este smoothie fresquinho de cacau

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 12:01pm

Ingredientes:

1 banana pequena congelada

1 colher de sobremesa de cacau magro em pó

150 ml de bebida vegetal ou leite magro

Modo de preparação:

1- Triture os ingredientes num liquidificador ou utilize a varinha mágica!

2- Adicione três pedras de gelo.

Categorie: Capo Verde

Rússia ameaça cortar o envio de cereais para o ocidente

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 11:55am

"Os países importadores do nosso trigo e outros alimentos vão ficar muito mal sem os abastecimentos da Rússia. Nos campos europeus, sem os nossos fertilizantes vai crescer apenas erva daninha. Pois, temos pena. Eles é que têm a culpa", escreveu o vice-presidente do Conselho de Segurança russo, Dmitri Medvedev, na rede social VKontakte.

Medvedev, chefe de Estado russo entre 2008 e 2012, indicou que perante a situação o "Ocidente" deveria renunciar à política de sanções que considerou "infernais".

"Fica demonstrado mais uma vez que estas sanções infernais não valem um centavo quando se trata de assuntos vitais, como os abastecimentos de hidrocarbonetos destinados ao aquecimento das casas e de comida para alimentar as pessoas", disse.

Segundo o ex-chefe de Estado, a Rússia está disposta a cumprir plenamente os compromissos mas acrescentou que "precisa do apoio do 'Ocidente'".

"Caso contrário não é lógico: por um lado impõem-nos sanções demenciais e por outro lado exigem-nos o abastecimento de alimentos. Isto não pode ser. Não somos idiotas. Insisto: não vai haver abastecimento ao exterior em detrimento do nosso mercado", afirmou.

A Rússia é o maior exportador mundial de trigo e a Ucrânia o quinto exportador a nível global.

A Rússia e a Ucrânia, em conjunto, de acordo com os dados do organismo da ONU para a Alimentação e Agricultura (FAO), abastecem 14% do trigo garantindo mais de um terço das exportações mundiais de cereais.

A FAO já alertou que as perturbações na cadeia de abastecimento e logística na produção de cereais nos dois países provocada pela invasão russa do território ucraniano vão ter importantes efeitos para a segurança alimentar mundial.

A invasão russa, a 24 de Fevereiro, justificada pelo Presidente russo, Vladimir Putin, com a necessidade de "desnazificar" e desmilitarizar a Ucrânia para segurança da Rússia, foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e a imposição à Rússia de sanções que atingem praticamente todos os sectores, da banca ao desporto.

A ONU indicou que mais 3.800 civis morreram e mais de 4.200 ficaram feridos, sublinhando que os números reais poderão ser muito superiores e só serão conhecidos quando houver acesso a cidades cercadas ou a zonas até agora sob intensos combates.

Categorie: Capo Verde

Caixa Geral de Depósitos em “reflexão” sobre saída do BCA

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 11:50am

A Caixa Geral de Depósitos (CGD), detida pelo Estado português, anunciou em 2019 um processo de venda da participação no BCA, no âmbito do plano de reestruturação aprovado pela Comissão Europeia, optando por ficar no mercado cabo-verdiano apenas com o Banco Interatlântico, mas a pandemia de covid-19 acabou por condicionar todo o processo, que não avançou.

“Até o resultado da conjuntura que vivemos acabou por não ter o nível de procura que se esperava e, portanto, a Caixa entendeu suspender o processo e neste momento ele está a ser objecto de reflexão interna para decisões futuras, em articulação também com o accionista Estado, português”, afirmou à Lusa, na Praia, Francisco Santos Silva, presidente do conselho executivo do BCA.

Esta venda da participação no BCA, que no total ultrapassa um peso de 59%, estava prevista no plano estratégico da CGD para 2017-2020, no âmbito do então plano de restruturação do grupo estatal português, que foi dado como concluído pela Direção Geral da Concorrência da Comissão Europeia em 2021, sem a saída da Caixa daquele banco.

“A presença nestes países também tem uma componente geoestratégica e política em que obviamente o Estado tem uma palavra a dizer”, acrescentou o presidente do conselho executivo do maior banco cabo-verdiano.

“De qualquer modo, a gestão do banco está a trabalhar independentemente das intenções dos accionistas para criar as condições para que o banco seja cada vez mais sustentável e continue a ser um banco de referência em Cabo Verde”, disse ainda.

Através do Banco Interatlântico, que detém igualmente em Cabo Verde, a CGD controla 52,65% do BCA, ao que se soma uma participação própria de 6,76%.

Segundo o relatório e contas, o BCA registou lucros de 1.424 milhões de escudos em 2021, menos 3,9% face a 2020, que foi o melhor de sempre, quebra justificada pela administração com a necessidade de aumentar as provisões face à instabilidade internacional.

O banco prevê distribuir 50% desses lucros em dividendos aos accionistas, pelo que o grupo CGD deverá receber quase 430 milhões de escudos dos resultados do BCA de 2021.

A CGD retirou o BCA da lista de activos detidos para venda, referindo o seu presidente, em Fevereiro passado, que o banco público mantém a intenção de vender um dos dois bancos que tem em Cabo Verde.

"Não há alteração de vontade da Caixa ou do accionista de vender um dos dois bancos de Cabo Verde, é preciso que haja quem queira comprar e por valor adequado, não estamos disponíveis para vender por qualquer preço", disse Paulo Macedo.

Sem adiantar mais informações sobre o tema, nomeadamente se houve alguma negociação mais avançada que não foi avante, Paulo Macedo deixou a divulgação de informação para o Governo, caso este o queira fazer.

"A nossa recomendação está no Governo, se [o executivo] quiser revelar", afirmou.

O presidente executivo da CGD frisou que "não faz nenhum sentido a Caixa ter dois bancos em Cabo Verde", mas que a evolução desse processo "vai depender do mercado, da procura, das autoridades de Cabo Verde".

Categorie: Capo Verde

"Não há drama maior" para Santo Antão "do que a perda da sua população jovem", alerta Aníbal Fonseca

Expresso das Ilhas - Ven, 20/05/2022 - 11:43am

Aníbal Fonseca, que falava a propósito do Simpósio sobre Sistemas Alimentares Sustentáveis em Santo Antão, encerrado, quarta-feira, 18, na cidade do Porto Novo, avançou que os dados estatísticos confirmam que a ilha tem conhecido “uma perda considerável” da sua população nos últimos dez anos.

“Isto é dramático. Digo isso com toda a convicção. Não há drama maior para Santo Antão do que a perda da sua população, sobretudo jovem. Estamos a referenciar a uma perda de 25% em cerca de 20 anos. Isto é um drama que tem que ser travado”, avisou o autarca.

Este fenómeno resulta, a seu ver, da ausência da actividade económica para os jovens em Santo Antão, que têm estado a deixar a ilha à procura de melhores oportunidades para viver em outras regiões do País ou além-fronteiras.

Este drama, no entender do presidente da Associação dos Municípios de Santo Antão, “só poderá ser travado” com a criação de oportunidades, actividade económica e emprego, para que os jovens fiquem na ilha e sejam, efectivamente, “a força-motora do desenvolvimento” da região”.

O simpósio, promovido durante dois dias pela Associação dos Amigos da Natureza e pelo Centro de Estudos Rurais e Agricultura Internacional da Espanha, colocou “tónica bastante forte”, segundo o autarca, na questão da juventude e mulheres, em como promover a actividade económica para a fixação dos jovens em Santo Antão.

Para tal, os autarcas têm defendido a construção das “grandes infra-estruturas” na ilha, com destaque para o aeroporto.

O Governo reiterou, em Março, aos municípios de Santo Antão o “compromisso” de construir o aeroporto internacional de Santo Antão, sem, contudo, indicar a data concreta para o arranque desta “obra de grande porte”.

O vice-primeiro-ministro, numa visita a Santo Antão, assegurou que, apesar da crise económica mundial, provocada pela pandemia de covid-19 e pela guerra, o Governo está a trabalhar com vista à concretização do aeroporto, tendo abordado esta questão já com o Banco Mundial.

Categorie: Capo Verde

Cabo Verde com 8 novos casos de covid-19

Expresso das Ilhas - Gio, 19/05/2022 - 9:15pm

Foram realizadas 213 análises, com uma taxa de positividade de 3,8%. Sete pacientes foram dados como recuperados.

Foram confirmados novos casos na Praia (1),Ribeira Grande de Santiago (1), Boa Vista (1), Ribeira de Santo Antão (1) São Vicente (2) e Sal (2),

O arquipélago já confirmou 56.141 casos positivos, desde 19 de Março de 2020. 55.655 pacientes recuperaram da infecção. 401 pessoas perderam a vida, sendo que 43 óbitos de doentes com infecção activa foram atribuídos a outras causas. Nove pessoas foram transferidas.

Categorie: Capo Verde