Angola

COVID-19: Prevenção "diversifica" opções

Angola Press - 2 ore 6 min fa
Luanda - Em obediência ao Decretro Presidencial sobre o Estado de Emergência, cidadãos das 18 províncias do país estão a adoptar diferentes formas de prevenção, embora alguns insistem em desacatar a ordem, sob pena de sentirem a "mão pesada" das forças da ordem. ,

Entre opções, refúgios e obrigações, uns estão a cumprir o isolamento social em casa, outros nos centros de quarentena institucional, alguns em lavras, ao passo que os desobedientes das regras (entre trausentes e automobilistas) estão a ser mantidos em detenção coercisa.      

Zaire

 Alguns munícipes de Mbanza Kongo, província do Zaire, optaram por cumprir o isolamento social em lavras, como forma de se previnirem do novo Coronavírus (Covid-19) que assola o mundo, tendo até hoje infectado sete cidadãos angolanos, com dois óbitos e um recuperado.

Abordados, nesta segunda-feira pela Angop, a maioria afirmou que a decisão visa fazer face a uma eventual contaminação comunitária da pandemia e cumprir com o período de isolamento, no âmbito do Estado de Emergência (de 15 dias), em vigor desde o dia 27.

Namibe

Nesta província, o tribunal de Comarca de Moçâmedes condenou, na segunda-feira, cinco cidadãos nacionais, dos quais um do sexo feminino, por desobediência ao Decreto sobre o Estado de  Emergência, que visa a prevenção contra o Coronavirus.

Nesta audiência de julgamento sumário, foram condenados os cidadãos,Henriques António, Matrissa Jaime, Domingos Correia Victor, Domingos Mujanga e Angelina  Wando, a um mês de prisão correcional e multas  no valor de 11 mil e 200 kwanzas.

Por outro lado, mais de 150 "moto-táxis", vulgo kupapatas, que circulavam em desobediência ao Estado de Emergência, foram apreendidas pela Policia Nacional nos últimos dois dias, no municipio de Moçâmedes, no Namibe, com multas aos condutores.

Benguela

O Comando Provincial da Polícia Nacional em Benguela deteve nas últimas 24 horas (terminadas dia 30), preventivamente, 180 cidadãos por incumprimento das restrições do Estado de Emergência em vigor no país, colocando-os em liberdade depois de 12 horas de repreensão.

Enquanto detidos, foram sensibilizados sobre as medidas de prevenção da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) que assola o país e o mundo, bem como sobre o Estado de Emergência Nacional decretado pelo Presidente da República, João Lourenço.

Huíla

Cinquenta e seis viaturas Toyota Hiace em exercício de táxi  foram apreendidas no fim-de-semana, no Lubango, porque os seus condutores violaram o Decreto sobre o Estado de Emergência, que orienta a lotação máxima de um terço de passageiros na viatura.

De acordo com o director de comunicação institucional e imprensa do Ministério do Interior na Huila, Manuel Halaiwa, esses veículos estão parqueados no Comando Municipal da Polícia Nacional no Luabango, e só serão devolvidas aos proprietários no fim do vigor da medida.

Lunda Sul

A Polícia Nacional na província da Lunda Sul deteve no domingo, no município do Dala, o cidadão Angelino Massone André, de 34 anos de idade, pastor da Igreja Missão Evangélica Internacional Carismática, por desobediência.

Em declarações à ANGOP, o director do gabinete provincial de comunicação institucional e imprensa da Delegação do Interior, Florêncio de Almeida,  disse que acorporação recebeu uma denúncia dos citadinos de que a congregação religiosa estava a realizar cultos.

Bié

Os 125 cidadãos da província do Moxico, retidos há seis dias na comuna do Cunje, a sete quilómetros do Cuito (Bié), na sequência da entrada em vigor do Estado de Emergência, estão já a beneficiar do apoio Governo local, consubistanciados em bens alimentares e de higiene.

Em declarações à Angop, o porta-voz do grupo, Zito Augusto, explicou que as autoridades já providenciaram água potável, colchões, sabão e cobertores, aguardando-se a qualquer momento por reforço de mais bens de primeira necessidade como arroz, fuba de milho e óleo vegetal.

Bengo

Os efectivos do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros e da Polícia Nacional(PN) desdobraram-se nos mercados informais de Caxito em campanha de sensibilização sobre as medidas de prevenção do novo Coronavírus (Covid-19).

A campanha, encabeçada pelo delegado provincial do Interior e Comandante do Bengo da PN, comissário Delfim Kalulu Inácio, abarcou paragens de transportes públicos, estabelecimentos comerciais, ATM das agências bancárias em Caxito e na localidade do Panguila.

Lunda Norte

Dois centros para quarentena institucional e internamento de cidadãos que venham a ser diagnosticados com o novo Coronavírus (Covid-19), estão criados no município de Lucapa, 129 quilômetros da cidade do Dundo, na província da Lunda Norte.

O município do Lucapa é o epicentro de cidadãos em quarentena domiciliar (25) todos trabalhadores dos peojectos mineiros, dos quais 12 sul-africanos, seis irlandeses, igual número de portugueses e um angolano.

Por outro lado, o Governo da Lunda Norte reforçou, na segunda-feira, as unidades sanitárias com material de biossegurança, no âmbito das medidas de prevenção e contenção da propagação do Coronavírus (Covid-19).

Foram disponibilizados, em quantidades não especificadas, álcool etílico, mascaras respiratórias, batas descartáveis, álcool gel, fatos e toucas descartáveis, sacos de recolha de cadáveres e sapatos descartáveis.

Malanje

O governo da província de Malanje traçou um plano de distribuição de água por cisterna a hospitais, serviços penitenciários, esquadras policiais, unidades militares, lares de acolhimento e projectos habitacionais para garantir condições de prevenção do coronavírus (covid-19).

A informação vem expressa num comunicado saído da reunião da Comissão Técnica Provincial para dar resposta ao Covid-19, realizada na segunda-feira, onde se justifica que a iniciativa surge devido ao défice, actual, de distribuição de água potável à cidade de Malanje.

Huambo

A gestão do Hotel IU disponibilizou esta segunda-feira, ao Governo da província do Huambo, um total de 60 quartos para ajudar a acomodar cidadãos obrigados a cumprir quarentena institucional, em casos suspeitos da pandemia do Covid-19 (novo Coronavírus).

O acto de recepção dos imóveis foi testemunhado pela governadora local, Joana Lina, na qualidade de coordenadora da comissão de prevenção desta pandemia contagiosa.

Além deste local, o planalto central conta com os centros de Ecologia Tropical e Alterações Climáticas (CETAC), com 27 suites, e de Aconselhamento do Gabinete da Acção Social, Família e Igualdade do Género, numa altura em que 27 casos suspeitos estão em quarentena domiciliar.

Luanda

Um centro provisório com capacidade para 250 pessoas, para acolher crianças de rua e adultos, em situação vulnerável, foi aberto (segunda-feira), no Bairro dos Ramiros, município de Belas (Luanda), pelo governador Sérgio Luther Rescova.

O centro provisório, montado nas mesmas instalações da Casa da Juventude dos Ramiros, visa acudir essa franja da sociedade, no âmbito das medidas preventivas contra a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Neste espaço estão/serão acolhidos cidadãos dos municípios de Luanda, Belas e Talatona, estando previsto, segundo o governador, que falava à imprensa, a abertura de locais do gênero nos municípios de Cacuaco e Viana, com capacidade para 300 pessoas.

Uíge

Cento e trinta e nove cidadãos angolanos, oriundos da República Democrática do Congo (RDC), foram colocados em quarentena, nas últimas 24 horas, no município de Maquela do Zombo, no âmbito das medidas de prevenção do risco de contágio do Covid-19.

Segundo o director municipal da Saúde de Maquela do Zombo, Rui Avelino, os referidos cidadãos regressaram da RDC (país afectado pelo vírus), onde participaram recentemente numa missão religiosa da igreja Kimbanguista.

,
Categorie: Angola

Rússia/Coronavírus: País bate recorde de casos e introduz sanções mais severas

Angola Press - 2 ore 20 min fa
Moscovo - A Rússia registou oficialmente segunda-feira, 30, 500 casos do Covid-19, duplicando quase o dia anterior, que foi de 303 casos, segundo a Lusa. ,

Até àquele Estado báltico tinha registado 2.337 casos, dos quais 17 mortes.

A partir de segunda-feira, o país aumentou a capacidade de teste para o vírus, que agora é de 50% a mais do que na semana anterior, o que explica, em o aumento dos casos.

Porém, o aumento indica também que a Rússia pode, logo mais, seguir as curvas exponenciais de países como EUA e das capitais europeias.

No mundo, o número de pessoas detectadas com o Covid-19 ultrapassou, nesta terça-feira, as 800 mil pessoas, aponta o balanço da Universidade Johns Hopkins, cujos dados são tomados como referência.

Até nove horas do mesmo dia, os Estados Unidos continuavam a ser o país com maior número de casos diagnosticados, com 164 mil e 610.

,
Categorie: Angola

Coronavirus: Austrália e Nova Zelândia registaram maior volume de contaminações nos jovens

Angola Press - 2 ore 42 min fa
Melburne - A Austrália e a Nova Zelândia têm observado um número alto de contaminação do Covid-19 em jovens, constatou nesta terça-feira, 31, a Lusa.,

Apesar de pessoas acima dos 60 anos serem mais vulneráveis à doença, dados do governo australiano indicam que 21% dos casos confirmados se referem aos jovens com idades entre 20 e 29 anos, segundo informações da CNN.

 

,
Categorie: Angola

África/Coronavirus: Evolução da pandemia

Angola Press - 2 ore 54 min fa
Addis Abeba - A África, cada vez mais afectada pelo Covid-19, deve “preparar-se para o pior”, segundo a OMS, citada pela africanews. ,

Quarenta e seis países estão agora infectados pelo COVID-19, com, nos últimos dias, um forte aumento, particularmente nalguns países.

Neste artigo regularmente actualizado, indica-se o ponto de situação relativamente a evolução da doença no continente, e como os Estados se organizam para enfrenta-la.

Medidas drásticas estão a ser tomadas por alguns países, para travar a epidemia do coronavirus, decretando o Estado de emergência ou de catástrofe nacional.

Muitos Estados ensaiam o tratamento da doença com a cloroquina.

Mais de quatro mil e 613 casos confirmados em 46 países africanos, e mais de 131 mortes.

Curas: Egipto (95), Argélia (65), África do Sul (12), e Senegal (27); Burkina Faso (10), Marrocos (13) e Camarões (5); Côte d’Ivoire (3), Nigéria (2), RDC (2) e Namíbia (2); Tunísia (2), Togo (1), Ghana (1) e Kenya (1); Congo-Brazzaville (2), Namíbia (2) e Tanzânia (1).

 

,
Categorie: Angola

Covid-19: MPLA apela ao cumprimento do Estado de Emergência

Angola Press - 3 ore 2 min fa
Luanda - O Bureau Político do MPLA pede a todos os angolanos para se manterem em casa, em quarentena, e respeitarem as orientações das autoridades relativas às restrições de circulação e de distanciamento social, para inibir a propagação do novo Coronavírus e salvaguardar a saúde pública.,

Numa declaração sobre o cumprimento das medidas de prevenção contidas no Decreto Presidencial sobre o assunto, o partido no poder em Angola exorta os cidadãos a acatarem, escrupulosamente, as recomendações de excepção adequadas à situação que o país vive.

“A pandemia da Covid-19 tem provocado dor e luto em todo mundo. No entanto, todas as energias devem estar centradas nas medidas de emergência para se prevenir sofrimento, salvar vidas e conter a força do vírus altamente contagioso”, lê-se no documento.

O Bureau Político do MPLA aproveita o ensejo para encorajar o incremento de acções de apoio e solidariedade destinadas a acudir às famílias e as populações mais vulneráveis, reconhecendo os esforços abnegados dos médicos e de todos os profissionais de saúde.

Do mesmo modo exaltou o desempemho das forças de defesa, ordem pública e segurança que, a ver do partido, “tudo têm feito em prol da preservação do bem mais valioso, vida de todos os angolanos”.

Finalmente, o MPLA recomenda à calma e à serenidade, manifestando-se confiante que os angolanos, imbuídos do espírito de resiliência e sentido de cidadania patriótica, vão ultrapassar mais este momento difícil, convidando, para o efeito, todas as forças vivas da Nação a associarem-se à luta contra a pandemia da Covid-19.
 

,
Categorie: Angola

Covid-19: África do Sul convoca reservistas para reforço no combate à pandemia

Angola Press - 3 ore 27 min fa
Pretória - As Forças de Defesa Nacional da África do Sul (SANDF - sigla em inglês) convocaram os seus membros na reserva, para complementarem o grosso de efectivos que no terreno trabalham com as demais instituições no combate à pandemia do Coronavirus (Covid-19). ,

A convocação dos reservistas vai de acordo com a Lei Nacional de Gestão de Desastres, que prevê que as SANDF devem disponibilizar o seu pessoal para um Órgão Nacional do Estado para prestação de serviços em casos de emergência.

 

A Lei refere que as forças armadas devem ajudar no movimento de pessoas e mercadorias de e para ou dentro da(s) área(s) afectada(s) pelo desastre.

 

À este propósito, o apelo foi dirigido aos empregadores civis no sentido de liberarem os funcionários convocados para o Serviço da Força de Reserva, a fim de executarem um amplo plano de operações urbanas e rurais.

 

Em resposta a pandemia em curso, a Covid-19, o Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, anunciou na última sexta-feira, um confinamento de toda a população do país por um periodo inicial de 21 dias.

,
Categorie: Angola

Covid-19: Cidadãos concluem quarentena em Benguela

Angola Press - 3 ore 35 min fa
Benguela - Quarenta e um cidadãos, dos 109 que se encontravam em quarentena a nível local, terminaram já o período de isolamento, informou hoje, terça-feira, o director provincial da Saúde de Benguela, António Cabinda.,

Segundo o responsável, que falava à imprensa após uma reunião da Comissão Multissectorial Provincial de combate à pandemia, dos 41 cidadãos, entre angolanos e portugueses, 26 cumpriram quarentena institucional e o restante domiciliar.

Na mesma senda, disse que 68 cidadãos continuam a cumprir a quarentena domiciliar assintomática, ou seja, sem sintomas da doença.

Manuel Cabinda salientou existir ainda um grupo de cidadãos provenientes de Portugal (cujos voos transportaram pessoas infectadas) que estão a ser testados, sendo que, destes, quatro resultados são negativos e aguarda-se pelos restantes três.

O director reafirmou que, até ao momento, os cidadãos que cumprem a quarentena domiciliar não apresentam qualquer anomalia de quadro clínico e as equipas médicas de fiscalização continuam a efectuar visitas diárias.

Fez saber, por outro lado, que existe apenas um cidadão angolano internado no hospital de referência localizado no município da Catumbela, cujo resultado da amostra é aguardado nas próximas horas.

Manuel Cabinda anunciou que a comissão vai, nas próximas semanas, recepcionar alguns ventiladores para as unidades sanitárias de tratamento, enquanto se criam gualmente condições para quarentena a nível dos municípios da província.

Quanto às constantes restrições no fornecimento de água e energia, o responsável garantiu que a situação nas unidades sanitárias está ultrapassada.

 Manuel Cabinda apelou, na ocasião, à população serenidade e que cumpra com rigor as medidas de prevenção para o sucesso deste desafio, que impõe um período obrigatório de quarentena (14 dias) para os cidadãos provenientes de países com casos de Covid-19 ou com os quais tiveram contacto.

,
Categorie: Angola

Covid-19/África do Sul: Presidente visita compatriotas evacuados da China

Angola Press - 3 ore 50 min fa
Polokwane (Da Correspondente) - O Chefe de Estado sul-africano, Cyril Ramaphosa, visitou os 112 compatriotas seus que chegaram da China no passado dia 14 de Março, ao fim da quarentena que observaram em Wuham, província de Hubei, origem do Coronavirus (Covid-19). ,

 

A deslocação do Presidente Cyril Ramaphosa neste domingo ao resort "The Ranch Hotel", que dista 25 quilômetros da cidade de Polokwane, capital da província do Limpopo, à norte do país, aconteceu após estes terem cumprido o isolamento de 14 dias no país, ao qual se seguiram os testes de controlo.

“É com imensa alegria que me junto a todos vocês, após o resort ter sido declarado Zona Verde Livre do Coronavirus, fazendo com que todos possam deixar este local e se reunir com as vossas famílias que ansiosamente os aguardam", disse Cyril Ramaphosa.

 

O Presidente aproveitou o momento para "elogiar os bravos pilotos da companhia de bandeira do país, a South África Airways-SAA, e restante tripulação, bem como os voluntários que participaram nesta operação sem temer riscos e que culminou de forma favorável para todos".

"Este é um dos casos que nos faz pensar a todo o momento no esforço por vós desempenhado, que se juntou à dedicação da Missão Diplomática da África  do Sul na República da China,  assim como os ministérios da Saúde e dos Assuntos Internos", disse.

Na ocasião, o ministro da Saúde, Zweli Mkhize, assegurou a população que os " compatriotas regressados de Wuhan testaram negativo, não representando qualquer risco de Covid-19, o que anima as instituições, e desta forma foram encaminhados para as suas casas".

 

A África do Sul registou, até segunda-feira, 1.280 casos confirmados de Covid-19, tendo registado duas mortes.

 

O país declarou "Estado de Desastre Nacional", e as 00h00 do dia 26 do corrente mês foram implementadas as medidas de confinamento de toda a população nas suas residências.

Os cidadãos sul-africanos chegaram ao país no passado dia 14 de Março último, tendo de seguida cumprido um período de quarentena de 14 dias no país, seguido de testes de controlo.

,
Categorie: Angola

COVD-19: Enfermeiros reformados reintegrados na Huíla

Angola Press - 4 ore 1 min fa
Lubango - A Ordem dos Enfermeiros de Angola, na Huíla, iniciou esta terça-feira, no Lubango, inscrições de filiados seus já reformados e os recém-formados, mas no desemprego, para serem voluntários nos centros de quarentena institucional espalhados pela província. ,

A informação foi avançada, hoje, à ANGOP, pela presidente da referida Ordem, Lusia Muhongo, explicando que nas primeiras horas da manhã tinham sido já inscritos 700 profissinais nesta condição, que vão reforçar, em caso de necessidade, os serviços em unidades sanitárias.

Disse que a iniciativa é da Ordem a nível nacional, face a pandemia que está a assolar o mundo e o país, em particular.

Luisa Muhongo detalhou que a mesma convoca todos os profissionais com carteira de enfermagem, inscritos na Ordem, que tenham terminado os seus cursos, asssim como os reformados para serem auxiliares à causa e ajudarem a salvar vidas, de forma voluntária.

Esclarecu que o registo decorrerá até sexta-feira, sem limitações de números, na Ordem dos Enfermeiros localizada no bairro Lucrécia, junto ao Colégio Esperança, fazendo-se os interessados acompanhar das suas cédulas profissionais.

“Apelo maior apoio e compreensão das famílias e companheiros dos profissionais de enfermagem, engajados nesta arte ariscada, mas honrosa tarefa dos seus parentes que juraram cuidar da saúde da população a qualquer preço (….)”, expressou a responsável.

 

,
Categorie: Angola

África do Sul: Depreciação histórica do Rande

Angola Press - 4 ore 23 min fa
Johannesburgo - O Rande sul-africano atingiu, segunda-feira, 30, o seu nível histórico de desvalorização, ao ser cotado a 18 o dólar, noticia a AFP. ,

O nível de depreciação da divisa sul-africana foi anunciado depois da degradação da Agência Moody’s da nota financeira do país, em plena pandemia do novo coronavirus.

Nos mercados asiáticos, a mesma moeda foi cambiada a 18,05 Randes, o dólar, o seu nível mais baixo nunca atingido.

 “O Rande é uma das moedas dos mercados emergentes que registou os piores resultados na semana passada”, explicou o analista Wichard Cilliers, da Treasury ONE, um bureau sul-africano de aconselhamentos, acrescentando que num mês, a moeda caiu de 17%.

Na noite de sexta para sábado passados, a  Moody’s baixou a África do Sul ao nível de investimentos “especulativos”, por causa da “contínua deterioração da sua situação fiscal” e do “ fraco crescimento estrutural”.

No último trimestre de 2019, a economia daquele país da África Austral voltou a cair em recessão, devendo ser duramente afectada pela pandemia do Covid-19.

A África do Sul é o país do continente negro mais atingido pelo Conavid-19, com milhares de casos declarados, dos quais dois mortos, refere o último balanço da OMS.

 

  ,
Categorie: Angola

Guiné Conakry : oposição rejeita os resultados das legislativas

Angola Press - 4 ore 48 min fa
Conakry - A oposição rejeitou sábado a vitória do referendo constitucional de 22 de Março que permite a recandidatura do Presidente Apha Condé, para um terceiro mandato, segundo a AFP.,

Ela reclama um inquérito sob a égide da ONU, sobre as violências mortíferas pós referendo.

Os resultados da Comissão eleitoral guineense dão vitória de 90 %, para uma taxa de participação calculada em 61 %.

“Não vamos reconhecer qualquer instituição saída desta mascarada, e não vamos reconhecer a nova Constituição de Alpha Condé. Continuaremos a respeitar ao Constituição de Maio de 2010 que fixa a dois, os mandatos presidenciais, e que atribui ao povo guineense o direito de resistir contra a opressão”, declarou Ibrahim Diallo, um dos responsáveis da Frente Nacional para a Defesa da Constituição (FNDC).

A nova Constituição limita a dois os mandatos presidenciais, com a duração de seis anos.

Na Guiné Conakry, a proposta da modificação da Constituição provocou violentas manifestações que mataram 32 pessoas.

                                                                               

,
Categorie: Angola

Leilão (do país) à vista!

Folha 8 - 5 ore 9 min fa
A consultora Oxford Economics anunciou que vai rever “drasticamente em baixa” as previsões económicas para Angola, antecipando para este ano uma recessão maior que 2% e um desequilíbrio negativo na balança orçamental e corrente. A culpa é dos inimigos do MPLA, a saber (por ordem mais ou menos cronológica): colonialismo, UNITA, Savimbi, José Eduardo dos Santos, Isabel dos Santos, petróleo e Covid-19.

“V amos rever drasticamente em baixa a previsão de crescimento económico e as métricas da dívida, já que esperamos que o crescimento económico registe uma contracção de mais de 2% em 2020 e que o saldo orçamental e corrente registe défices, ao invés dos excedentes que prevíamos”, lê-se na análise enviada aos clientes.

No documento, a Oxford Economics sugere que Angola está a enfrentar uma espécie de ‘tempestade perfeita’, com a quebra dos preços do petróleo exacerbada pela guerra de preços entre a Rússia e a Arábia Saudita, a redução drástica do comércio internacional e da procura de petróleo, a que se junta o corte decretado na actividade económica local por via das restrições à mobilidade para conter a propagação do novo coronavírus.

“Enquanto estiver em efeito, o fecho de fronteiras vai ter um efeito adverso significativo, embora talvez temporário no comércio e na actividade económica e vai empurrar os preços para cima devido à escassez”, apontaram os analistas.

No texto, os analistas lembraram que “a guerra de preços no petróleo é um golpe devastador para a economia, já que os hidrocarbonetos valem 96% das exportações, cerca de 33% do Produto Interno Bruto e 60% da receita governamental”, concluindo que o apoio contemplado no programa de assistência do Fundo Monetário Internacional não vai ser suficiente para “salvar a economia das consequências da guerra de preços”.

Na sexta-feira, a ministra das Finanças de Angola, Vera Daves, reconheceu a dimensão do problema que o país enfrenta, tendo anunciado que ia lançar um orçamento rectificativo que contempla o preço do petróleo abaixo dos 35 dólares, face aos 55 previstos para este ano, e que a economia dificilmente escapará a mais um ano de crescimento negativo, anunciando igualmente um conjunto de medidas para enfrentar a crise económica.

Com este enquadramento e como resultado de os peritos do MPLA não terem encontrado, ao longo dos últimos 45 anos, o caminho (marítimo ou terrestre) para a diversificação económica, a Oxford Economics considera que Angola vai ser obrigada a recorrer a investimentos externos, mais financiamento do FMI, emissões de dívida soberana e ajuda externa para financiar as contas públicas durante a crise económica, financeira e social concebida, parida e mantida pelo MPLA.

“Infelizmente, as autoridades encontram-se numa situação com pouca margem para estimular a economia seja através da política orçamental, seja através da política monetária”, escreveram os analistas numa nota sobre o país.

Na análise, a Oxford Economics afirma que “o Governo vai ter de rever em baixa a despesa orçamental no orçamento rectificado e terá de depender dos fluxos de investimento directo estrangeiro, mais desembolsos do FMI, emissões de Eurobonds e ajuda externa para financiar o défice externo”.

De acordo com o texto, enviado aos clientes, na semana seguinte à Standard & Poor’s (S&P) ter descido o rating do país, a Oxford Economics diz que “para tornar as coisas ainda piores, a pandemia global da Covid-19 e o início das infecções forçou o governo a impor uma quarentena de 15 dias”.

Para a Oxford Economics, depois da Fitch, no princípio do mês, e a da S&P, mais para o fim de Março, também a Moody’s deverá baixar o rating nos próximos tempos.

“É razoável antecipar que a habitualmente mais lenta Moody’s também corte o rating em um nível nos próximos meses”, concluíram os analistas.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já infectou mais de 750 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 36 mil. Dos casos de infecção, pelo menos 148.500 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em Dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com mais de 413 mil infectados e mais de 26.500 mortos, é aquele onde se regista actualmente o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, com 11.591 mortos em 101.739 casos confirmados até hoje.

O número de mortes em África subiu para pelo menos 152, com 4.871 infectados acumulados em 46 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia divulgadas pelo Centro para a Prevenção e Controlo de Doenças (CDC) da União Africana.

Folha 8 com Lusa

The post Leilão (do país) à vista! appeared first on Folha 8 Jornal Angolano Independente | Notícias de Angola.

Categorie: Angola

Três estabelecimentos encerrados por especulação de preços

Angola Press - 5 ore 45 min fa
Uíge - Três estabelecimentos de venda de produtos diversos foram encerrados hoje (terça-feira), na cidade do Uíge, pelo Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC), devido a especulação de preços, no âmbito do cumprimento do Decreto Presidencial.,

O director provincial do Gabinete de Desenvolvimento Económico, Joaquim Gimbe, que prestou a informação à Angop, explicou que trata-se de dois de venda de bens de primeira necessidade e um de produtos farmacêuticos.

Acrescentou que os referidos estabelecimentos comerciais especulavam preços, aproveitando-se do Estado de Emergência que vigora no país desde o dia 27 do corrente mês, devido a pandemia do coronavírus (Covid-19). Os mesmos encontram-se já a contas com a justiça.

Informou que o encerramento resultou do trabalho de inspecção para averiguação de preços, no âmbito do decreto presidencial.

Na ocasião, o responsável advertiu os operadores económicos a absterem-se da prática de especulação de preços de bens e serviços, sob pena de serem sancionados com base na lei vigente no país.

,
Categorie: Angola

Botswana/Coronavirus: País regista os três primeiros casos

Angola Press - 5 ore 57 min fa
Gaberones - O Botswana registou segunda-feira, 31, os três primeiros caso de COVID-19, anunciou o ministro da Saúde, Lemogang Kwape, noticia a africanews.,

Segundo o governante, trata-se de dois homens e de uma mulher idos, respectivamente da Tailândia e do Reino Unido.

O Presidente Mokgweetsi Masisi, está em quarentena desde 22 de Março, por ter assistido à investidura do Presidente da Namíbia, país infectado pelo Covid-19.

Estável, politicamente, desde a independência, em 1966, o Botswana é também considerado pelas ONG como modelo, por causa do rigor das autoridades na governação e na gestão das receitas das indústrias extractiva, particularmente.

 

,
Categorie: Angola

Covid-19: África do Sul com o maior número de casos na região austral

Angola Press - 6 ore 9 min fa
Pretória (Da correspondente) - A República da África do Sul registava até segunda-feira (30) 1.280 casos de infecção por Covid-19, colocando o país no topo da tabela em toda a região austral do continente. ,

Desde sábado  (então com 1,187 casos positivos) até segunda-feira,  os números continuaram a subir de forma rápida no país, quando em toda a região austral do continente os dados apontavam, até à data, 1.346 casos positivos da Covid-19.

O ministro sul-africano da saúde, Zweli Mkhize, mostrou-se preocupado com o número de trabalhadores infectados no seu sector, entre médicos, enfermeiros e demais funcionários que laboram em hospitais públicos e privados.

"Mencionamos isso porque os profissionais de saúde estão na primeira linha do combate à esta pandemia, a Covid-19, o que acaba por expor não só as suas famílias como os demais pacientes sob os seus cuidados", fez saber o titular da saúde.

 

Na província de Gauteng (sede do governo central), foram diagnosticados seis médicos com Covid-19, o que fez com que um elevado número de efectivos de saúde com quem estes trabalharam nos últimos dias fossem todos colocados em quarentena, afirmou o ministro.

 

A província de Free State tem neste momento três médicos, uma enfermeira e um técnico infectados com a Covid-19.

 

Mpumalanga e Limpopo (províncias do norte da Africa do Sul) possuem cada um caso de infecção de médicos regressados do exterior do país e que estiveram em contacto com o pessoal hospitalar, onde ambos laboram fazendo com que as autoridades tomassem as medidas de quarentena requeridas.

,
Categorie: Angola

Congo/Covid-19: Morte de Yhombi Opango, antigo Presidente do Congo Brazzaville

Angola Press - 6 ore 15 min fa
Brazaville - O antigo Presidente do Congo Brazzaville, Joachim Yhombi Opango, morreu segunda-feira, 30, em França, vítima do Covid-19, noticia a AFP, que cita a sua família. ,

“O meu pai morreu nesta segunda-feira à tarde, no hospital americano de Neuilly-sur-Seine, próximo de Paris, vítima do Coronavirus”, disse ao telefone o seu filho Jean-Jacques Yhombi Opango.

Opango, foi Presidente da então República Popular do Congo, entre 1977 e 1979, depois do assassinato, a 18 de Março de 1977, do Presidente Marien Ngouabi.

Foi, por sua vez destituído pelo actual Presidente, Denis Sassou Ngouesso, em Fevereiro de 1979.

Preso depois do seu derrube, foi posto em liberdade, em 1991, pouco antes da Conferencia nacional que abriu o país ao multipartidarismo, fundando a União para a Democracia e o Desenvolvimento (UDD).

Originário da província de Cuvette (Norte), Jacques Joachim Yhombi Opango, primeiro general do Congo, nasceu em 1939, e faleceu aos 81 anos.

Derrotado, na presidencial de 1992, aliou-se ao Presidente eleito, Pascal Lissouba, assumindo o carto de Primeiro-ministro entre 1993 e 1996.

Exilou-se em França 1997, com o regresso de Sassou Nguesso; o exílio terminou em 2007, mas continuou em Paris, sem deixar de visitar o Congo Brazzaville.

 

,
Categorie: Angola

COVID- 19: Transportes salvaguardam serviços mínimos

Angola Press - 6 ore 22 min fa
Luanda - O Ministério dos Transportes vai continuar a garantir o funcionamento, com serviços mínimos, da rede de transportes aéreos, marítimos, terrestres e ferroviários, durante a vigência do Estado de Emergência, devido a pandemia da COVID-19. ,

Segundo um comunicado do Ministério dos Transportes, foram fixados os serviços mínimos, a observar por empresas públicas e privadas, estando abrangidos, entre outros, os voos humanitários e de emergência, o transporte de mercadoria e carga marítima.

O sector mantém, neste regime excepcional, o transporte marítimo para a indústria petrolífera, o transporte ferroviário urbano e intermunicipal, com limitação de frequências e de passageiros, através de carruagens especificamente dedicadas ao serviço exclusivo de cada província.

A nota inclui igualmente o serviço de transporte urbano em autocarros, devendo ser transportados, neste contexto, apenas vinte (20) passageiros, dos sessenta (60) lugares disponíveis e habituais, a velar pela salvaguarda da vida humana neste período de prevenção obrigatória.

No âmbito das restrições, o transporte intermunicipal de passageiros em autocarros passa a levar a bordo oito (8) passageiros no máximo, no caso de terem uma lotação de até vinte e seis (26) assentos, e dez (10) passageiros, se tiver até trinta (30) lugares.

Quanto à circulação de táxis colectivos, deve ser feito com até cinco (5) passageiros, se tiverem lotação de quinze (15) lugares, e três (3) ocupantes para os veículos com capacidade para nove (9) lugares, não devendo transportar nenhum cidadão na parte da frente do veículo.

Já os táxis personalizados e os denominados “gira-bairro”, estão limitados a movimentar-se com apenas duas pessoas.

“Está assegurado o transporte de mercadorias, com entrada pelas fronteiras terrestres, mas proibídas as operações de saída do país de bens essenciais, tais como alimentos da cesta básica, combustíveis, medicamentos e materiais de apoio hospitalar”, refere a nota.

Segundo a comunicação do Ministério dos Transportes a que a Angop teve acesso, na segunda-feira (dia 30) fica interdito iguamente o transporte de passageiros em motorizadas, denominadas “moto-táxis” (Kupapatas).

Regras sanitárias

Esse departamento ministerial recomenda para a necessidade de os navios, aeronaves, comboios e viaturas autorizados a circular estarem equipados com máscaras, luvas, solução antisséptica de base alcoólica (para uso pessoal e limpeza do veículo), lenços de papel e sacos para deposição de resíduos potencialmente contaminados.

Orienta também para a obrigatoriedade de preenchimento de formulário elaborado pelas autoridades sanitárias, no caso de partilha do transporte com caso suspeito de Covid-19, pelo que tomou um conjunto de medidas para que os seus profissionais possam assegurar os serviços minimos com eficácia.

Por outro lado, o Ministério dos Transportes prorrogou os prazos de validade de licenças ou qualificações de pessoal aeronáutico, marítimo, ferroviário e terrestre, pelo período de tempo compreendido entre o dia 27 de Março e 1 de Junho de 2020.

Para desembaraçar as mercadorias dos portos, fixou regras de simplificação e automatização dos processos relativos à actividade marítima, portuária, navegação e despacho aduaneiro. E, por fim, reforçou os poderes das entidades reguladoras do sector, que adaptou a forma de trabalho.

 
 

,
Categorie: Angola

COVID-19: Reverendo sugere testes massivos nas comunidades

Angola Press - 7 ore 13 min fa
Mbanza Kongo - O reverendo da Igreja Evangélica Baptista de Angola (IEBA) em Mbanza Kongo, província do Zaire, Lamborne Nkuansambu, sugeriu na segunda-feira ao Executivo angolano a realização de testes massivos nas comunidades para o diagnóstico precoce de eventuais casos do novo coronavírus (Covid-19). ,

 

Em declarações à Angop, o religioso aconselhou que, enquanto ainda não se registou em Angola casos de contaminação comunitária, o Governo deve antecipar-se em adquirir mais equipamentos para a testagem massiva dos cidadãos, começando nos centros urbanos.

 

“Entendemos que nenhum Governo estava preparado para enfrentar essa pandemia. Com a sua chegada, ao país, as autoridades competentes devem definir estratégias para evitar a sua propagação nas comunidades”, referiu.

 

Instou a população a abster-se, nesta fase que o país vive, de alguns hábitos culturais que podem “colidir” com as medidas que o Governo vem tomando para combater esta pandemia e agravar a situação.

 

Entretanto, o reverendo mostrou-se preocupado com a falta de um centro de quarentena na cidade de Mbanza Kongo para fazer face a um eventual caso suspeito de Covid-19 nesta parcela do território nacional.

 

“Temos informações de que só existe um centro de quarentena na comuna do Luvo, a 60 quilómetros a norte da cidade de Mbanza Kongo. Em minha opinião, as autoridades competentes deveriam também criar um espaço de isolamento institucional aqui na sede provincial”, frisou.

 

Aproveitou a ocasião, para pedir a população a continuar a cumprir com as medidas de prevenção recomendadas pelas autoridades sanitárias do país sobre a doença, bem como ao confinamento domiciliar imposto pelo Decreto Presidencial.

 

Solicitou às igrejas a intensificarem as orações para que esse momento que assola o mundo e Angola passe rapidamente.

,
Categorie: Angola

Covid-19: Lunda Norte reforça hospitais com material de biossegurança

Angola Press - 7 ore 22 min fa
Dundo - O governo da Lunda Norte reforçou na segunda-feira as unidades sanitárias com material de biossegurança, no âmbito das medidas de prevenção e contenção da propagação do Coronavírus (Covid-19). ,


Foram disponibilizados, em quantidades não especificadas, álcool etílico, mascaras respiratórias, batas descartáveis, álcool gel, fatos e toucas descartáveis, sacos de recolha de cadáveres e sapatos descartáveis.

De acordo com a directora provincial da Saúde Pública, Filomena Simão, com este reforço pretende-se manter estável o stock de material de biossegurança nos hospitais, assegurando a protecção dos técnicos e dos pacientes.

Por outro lado, reiterou que o estado actual dos 39 cidadãos em quarentena domiciliar e institucional é estável e nenhum deles apresentam sintomas relacionados com o Covid-19.

O município de Lucapa continua a ser o epicentro de cidadãos em quarentena domiciliar, com 25, todos funcionários dos projectos mineiros, provenientes da África do Sul, Brasil, Portugal e Ucrânia.

O Covid-19 é uma pneumonia que emergiu na cidade chinesa de Wuhan, em Dezembro, causada por um novo Coronavírus.

A doença tem sido comparada à epidemia global da síndrome respiratória aguda (SARS, na sigla em inglês), que aconteceu em 2002 e 2003.

Angola já dispõe de sete casos positivos da covid-19, dos quais duas morte e um recuperado deve ter alta nos próximos dias.

,
Categorie: Angola

COVID-19: Apreendidas 23 mototáxis no Lucapa

Angola Press - 7 ore 34 min fa
Lucapa - Vinte e três motorizadas usadas para o exercício de actividade de táxi foram apreendidas pela Polícia Nacional (PN) nos últimos três dias, no município de Lucapa, província da Lunda Norte, por os seus utentes desobedecerem o Decreto Presidencial que impede a circulação das mesmas. ,

De acordo com o comandante municipal da PN no Lucapa, José Cando, os proprietários dos meios serão penalizados com multas de acordo com o estipulado na lei, acrescentando que no mesmo período foram igualmente apreendidas cinco viaturas pelas mesmas razões.

O comandante apela a população a cumprir o Estado de Emergência, sem necessidade da intervenção policial, visando a sua própria protecção contra o Covid-19.

Por seu turno, a administradora municipal de Lucapa, Maria Muagita, apelou as empresas de exploração diamantíferas na circunscrição, a observarem com rigor as medidas de prevenção, evitando a lotação dos autocarros que transportam os trabalhadores, como nos últimos dois dias.

Apelou a necessidade das empresas colaborarem com as autoridades na vigilância dos trabalhadores em quarentena domiciliar, evitando que os mesmos rompam antes do prazo determinado, 14 dias.

Solicitou a estas empresas a disponibilizarem, no âmbito das suas responsabilidades sociais, material de biossegurança às comunidades circunvizinhas.

O número de cidadãos em quarentena domiciliar e institucional na província da Lunda Norte é de 39, 25 dos quais no município de Lucapa.

Angola possui quatro casos positivos da covid-19 em avaliação, um já recuperado e dois cidadãos que faleceram por esta pandemia. 

,
Categorie: Angola